6 mitos e verdades sobre a sua alimentação


Acredite, nossos conceitos sobre alimentação podem estar repletos de mitos. É natural, o tempo passa e cada vez surgem novas teorias sobre alimentos que fazem bem ou mal para a saúde. As dietas milagrosas então... uma nova há cada mês.


Com o excesso de informações, é importante que a gente saiba distinguir o que é verdade do que é mito, afinal estamos falando de saúde.


Para ajudar nisso, a nutricionista Paula Souza Borges esclareceu algumas das dúvidas mais comuns envolvendo alimentos.


Mito: bebidas com gás podem gerar problemas ósseos

O que acontece na ingestão de bebidas gaseificadas é a fixação do dióxido de carbono pelos glóbulos vermelhos, que, ao ser transportado para os pulmões, é trocado por oxigênio. "O mito de que o gás deixa o sangue mais ácido é apenas mito - o que pode fazer mal são os outros componentes da bebida, principalmente quando se trata de refrigerantes", explica a nutricionista.


Mito: utilizar limão para temperar carne vermelha diminui a gordura

Apesar de ser muito rico em nutrientes, Vitamina A e C e complexo B, o limão não possui a capacidade de diminuir a gordura das carnes. O que o suco da fruta faz é deixar a carne mais macia devido a sua acidez, que desnatura as proteínas.


Verdade: a ricota tem mais gordura do que o queijo Minas

Uma fatia de 50 g de ricota contém 11 g de gordura, contra 9 g na fatia do queijo minas. Isso acontece porque a ricota é feita a partir do soro do leite - que seria jogado fora após a fabricação dos queijos. Para aumentar seu rendimento, é adicionado leite na receita - que faz com que a quantidade de gordura também seja elevada.


Mito: vegetais perdem seus nutrientes quando são congelados

Quando congelado, o alimento permanece mais próximo do seu estado natural - ou seja, seus nutrientes não se perdem. Além disso, com a baixa temperatura é evitado que microorganismos invadam e estraguem o alimento, portanto, congelar os vegetais não traz nenhum malefício a eles - e nem a quem consumi-los.


Verdade: a laranja auxilia na digestão após uma refeição pesada

As fibras presentes na fruta cítrica podem sim ajudar no processo de digestão, reduzindo parte da absorção de gorduras e melhorando o funcionamento do intestino - "talvez seja por isso que a laranja é associada à feijoada, por exemplo", sugere Paula.


Mito: alimentos diet são menos calóricos que os convencionais

Os produtos diet restringem completamente um nutriente, - como os chocolates dietéticos, que são produzidos sem açúcar, por exemplo. Porém, para compensar a falta desse nutriente, ele contém maior quantidade de gordura, tornando-se mais calórico que o convencional.

"Para evitar ser enganado pelos produtos diet, verifique se a redução do nutriente é significativa e justifica a substituição pelo alimento convencional", finaliza.


Por Thamirys Teixeira


Este Site/Blog compartilha matérias veiculadas em revistas de saúde e outros blogs sobre bem-estar. Nenhuma informação contida neste site substitui uma orientação individualizada profissional de um médico ou mesmo de um nutricionista.

© 2015 BOAFORMA10 - Todos os direitos reservados.

Instagram BF10

Superação_BoaForma10

Superação_BoaForma10

NaoDesista_BoaForma10

NaoDesista_BoaForma10

crisina_suplemento

crisina_suplemento

abdomen_BoaForma10

abdomen_BoaForma10

Facebook BF10

Se você viu esta imagem aqui foi porque se conectou ao facebook

Tema: Épico